Wall St fecha com pouca variação, mas ainda de olho na Ucrânia

quarta-feira, 5 de março de 2014 20:16 BRT
 

Por Angela Moon

NOVA YORK, 5 Mar (Reuters) - O índice acionário S&P 500 dos Estados Unidos fechou praticamente estável nesta quarta-feira, um pouco abaixo do seu nível recorde de alta, enquanto investidores minimizaram dados mais fracos de emprego e do setor de serviços norte-americanos e observavam os desenvolvimentos da crise na Ucrânia.

O índice Dow Jones recuou 0,22 por cento, para 16.360 pontos. O S&P 500 teve variação negativa de 0,01 por cento, a 1.873 pontos, depois de ter alcançado o nível recorde intradia a 1.876 pontos. O Nasdaq subiu 0,14 por cento, para 4.357 pontos.

O mercado mostrou pouca reação ao Livro Bege do Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano), que disse que o tempo ruim na maior parte dos EUA afetou o consumo nas últimas semanas. Isso levou a uma desaceleração no crescimento econômico e na produção em algumas áreas do país, de acordo com o relatório do Fed sobre a economia norte-americana.

Dados da processadora de folhas de pagamento ADP mostraram que o setor privado dos EUA adicionou menos trabalhadores que o esperado em fevereiro. Outros dados também mostraram que o setor de serviços continuou a crescer no mês passado, mas em um ritmo mais lento. O inverno mais rigoroso permitiu que operadores minimizassem dados econômicos mais fracos, tornando o mercado susceptível a um grande recuo caso essa tendência de fraqueza continue.

Os participantes do mercado mantiveram-se atentos à evolução da crise da Ucrânia, envolvendo a maior disputa entre a Rússia e o Ocidente sobre o controle da Crimeia e a influência sobre Kiev. A fuga global dos investidores para ativos mais seguros na segunda-feira foi revertida bruscamente na terça-feira. Os mercados ficaram mais calmos na quarta-feira, mas é esperada uma certa volatilidade, dada a situação instável na Ucrânia.

O índice do setor financeiro do S&P subiu 0,7 por cento e liderou os ganhos do S&P 500. As ações do Bank of America Corp subiram 3,2 por cento, para 17,25 dólares. Os papéis do Morgan Stanley subiram 2,8 por cento, a 31,97 dólares.

O termômetro de tecnologia Nasdaq teve um desempenho melhor que o mercado acionário em geral. As ações do Facebook subiram para o recorde histórico de 71,97 dólares, mas fecharam a 71,57 dólares, com alta de 4 por cento.

O Dow Jones caiu puxado por perdas da Exxon Mobil, que recuou 1,8 por cento, e da Nike, que teve queda de 1,5 por cento.