Dados de fevereiro da BM&FBovespa indicam trimestre fraco

quinta-feira, 6 de março de 2014 14:54 BRT
 

SÃO PAULO, 6 Mar (Reuters) - A BM&FBovespa registrou uma leve melhora nos volumes de negócios com ações e derivativos em fevereiro, mas os números devem levar a reduções de estimativas de lucro para o primeiro trimestre, afirmaram analistas nesta quinta-feira.

A companhia informou que os volumes médios diários de negócios em fevereiro para operações em dinheiro totalizaram 6,58 bilhões de reais, queda de 16 por cento sobre o mesmo período do ano passado, mas alta de 6 por cento sobre janeiro.

Segundo analistas do BTG Pactual e outras casas, os volumes continuaram baixos na comparação anual, apesar da melhora marginal nos volumes na relação mensal, e isso deve levar a resultados trimestrais fracos.

Analistas do BTG Pactual liderados por Eduardo Rosman reduziram o preço-alvo das ações da BM&FBovespa de 14 para 13 reais, mas mantiveram a recomendação de "compra" após revisarem estimativas de desempenho.

(Por Guillermo Parra-Bernal)