Vendas de imóveis residenciais novos em São Paulo crescem 21,5% em janeiro

segunda-feira, 10 de março de 2014 07:01 BRT
 

SÃO PAULO, 9 Mar (Reuters) - As vendas de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo em janeiro cresceram 21,5 por cento em janeiro sobre o mesmo mês de 2013, informou nesta segunda-feira o sindicato da habitação paulista, Secovi.

O número de imóveis vendidos em janeiro somou 1.030 unidades ante 848 unidades no primeiro mês de 2013. Segundo a entidade, essas vendas movimentaram 484,2 milhões de reais, alta de 10,1 por cento sobre os 439,8 milhões de janeiro de 2013.

"Apesar da percepção generalizada de que a economia nacional está ruim, os fundamentos que estimulam o mercado imobiliário continuam bons e fortes, o que nos leva a manter a perspectiva de estabilidade em lançamentos e vendas para este ano", afirmou em comunicado à imprensa o presidente em exercício do Secovi-SP, Flavio Prando.

Os imóveis de 2 e 3 dormitórios somaram 81,9 por cento do total vendido no primeiro mês do ano, com 514 e 330 unidades, respectivamente. O segmento de 2 dormitórios foi responsável por praticamente metade das vendas de janeiro (49,9 por cento).

Já os lançamentos na capital paulista recuaram 37,4 por cento no período, para 413 unidades, informou o Secovi-SP citando dados da Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp).

Em termos de segmentação, imóveis de 1 dormitório participaram com 39,5 por cento (163 unidades) no total lançado. Já os imóveis de 2 dormitórios ocuparam a segunda colocação em lançamentos, com 132 unidades e 32 por cento de fatia.

(Por Alberto Alerigi Jr.; Edição Fabíola Gomes)