Reservatórios de hidrelétricas do Sudeste têm elevação após fim de semana

segunda-feira, 10 de março de 2014 11:54 BRT
 

SÃO PAULO, 10 Mar (Reuters) - O reservatório das hidrelétricas da região Sudeste/Centro-Oeste, principal para fornecimento de energia do país, apresentou elevação de 0,8 ponto percentual no fim de semana, ajudado pelas chuvas que atingiram a região, mas ainda em nível considerado baixo para esta época do ano.

As represas do Sudeste estão com nível de 35,48 por cento de armazenamento de água, segundo dados do Operador Nacional do Sistema (ONS) fechados no domingo. A expectativa do ONS é de que o nível feche o mês a 41,3 por cento, segundo estimativa atualizada no final da semana passada que revisou para cima a expectativa de chuvas na região em março.

As chuvas da primeira semana de março ficaram abaixo do previsto inicialmente nessa região e no Sul e praticamente toda a geração termelétrica do país está acionada, em momento de altos preços e em que a situação das represas no Sudeste está muito próxima da verificada em 2001, ano do racionamento.

Ao final de março de 2001, as represas do Sudeste estavam em 34,53 por cento de armazenamento. Atualmente, o país conta com maior capacidade de geração de energia, mas houve também aumento do consumo e agentes do setor consideram que há risco de racionamento no ano.

No Sul, os reservatórios estão iniciando a semana a 40,62 por cento de armazenamento, uma recuperação ante 39,75 por cento, segundo dados da última quinta-feira.

No Nordeste o nível das represas subiu de 42,09 no final da semana passada para 42,12 por cento no domingo. Já no Norte o nível passou de 82,06 por cento para 82,95 por cento.

(Por Anna Flávia Rochas)

 
Vista do coletor de água do sistema Cantareira na represa de Jaguari, em Joanópolis. O reservatório das hidrelétricas da região Sudeste/Centro-Oeste, principal para fornecimento de energia do país, apresentou elevação de 0,8 ponto percentual no fim de semana, ajudado pelas chuvas que atingiram a região, mas ainda em nível considerado baixo para esta época do ano. 21/04/2014 REUTERS/Paulo Whitaker