Chevron reduz perspectivas de produção por atrasos e alta nos custos

terça-feira, 11 de março de 2014 14:22 BRT
 

NOVA YORK, 11 Mar (Reuters) - A Chevron, segunda maior empresa de petróleo dos Estados Unidos, reduziu nesta terça-feira as projeções para sua produção em 2017 em 6 por cento, citando menores preços do gás natural, aumento de custos e atrasos em projeto.

A empresa, como muitos de seus pares, tem visto resultados mistos para seus gastos elevados para aumentar a produção de petróleo e gás natural, e os acionistas no setor estão pressionando por mais disciplina em custos.

A Chevron reduziu sua perspectiva de produção para 3,1 milhões barris de óleo equivalente por dia (boed) em 2017, ante 3,3 milhões de boed, mas manteve os planos de gastar 40 bilhões de dólares este ano em projetos, tanto quanto no ano passado.

"Nossa estratégia de crescimento permanece intacta, embora algumas coisas tenham mudado", disse o presidente-executivo John Watson, em um evento da empresa para analistas em Nova York.

Em janeiro, a Chevron disse que esperava uma produção de 2,6 milhões de boed neste ano, alta de 0,5 por cento ante 2013.

(Por Ernest Scheyder)