Bovespa tem dia de repique, mas queda de Wall St minimiza ganhos

terça-feira, 11 de março de 2014 17:59 BRT
 

SÃO PAULO, 11 Mar (Reuters) - O principal índice da Bovespa encerrou com leve ganho esta terça-feira, em movimento de repique depois de ter caído ao seu menor nível desde julho de 2013 na sessão anterior, mas o recuo das bolsas norte-americanas limitou os ganhos do dia.

O Ibovespa subiu 0,36 por cento, a 45.697 pontos. O giro financeiro do pregão foi de 5,6 bilhões de reais.

O índice chegou a subir 1 por cento nos primeiros minutos de negociação, depois de acumular queda de 3,3 por cento em março até o dia 10.

"Tivemos dois pregões muito negativos, então era natural que na abertura do terceiro houvesse um processo de recuperação... o índice amorteceu a queda violenta dos últimos dois pregões", disse o diretor técnico da Apogeo Investimentos, Paulo Bittencourt.

A alta do índice, no entanto, perdeu força durante a tarde, acompanhando a queda das ações norte-americanas, onde investidores embolsaram lucros recentes após o índice Standard & Poor's 500 atingir máxima recorde na semana passada.

Para o Ibovespa sustentar a alta expressiva registrada mais cedo, disse Bittencourt, seria necessária uma notícia que surpreendesse o mercado positivamente. Nem mesmo o dado mais forte do que o esperado da produção industrial brasileira em janeiro contra dezembro, divulgado pela manhã, foi suficiente para manter os ganhos.

Além disso, na segunda-feira, o Ibovespa perdeu o suporte técnico dos 46.100 pontos, patamar que, segundo o analista Raphael Figueredo da Clear Corretora, se transformou em uma espécie de resistência neste pregão.

As ações do Itaú Unibanco e da Petrobras exerceram as maiores pressões de alta sobre índice, com a última recuperando parte do território perdido na véspera, quando sofreu com a perspectiva de aumento do endividamento por conta de uma oferta de bônus de 8,5 bilhões de dólares.

Ainda na cena corporativa, a empresa de concessões Ecorodovias teve a maior alta do índice, depois de divulgar que o tráfego consolidado de veículos pagantes em estradas por ela administradas cresceu 11,3 por cento no primeiro bimestre sobre um ano antes.   Continuação...