EPE diz que governo não deixará crise chegar às distrubuidoras de energia

quarta-feira, 12 de março de 2014 08:51 BRT
 

BRASÍLIA, 12 Mar (Reuters) - O governo não deixará que nenhuma crise financeira chegue às distribuidoras de energia, disse nesta quarta-feira o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, referindo-se ao impacto, no caixa das companhias, dos altos custos da energia das termelétricas e da exposição do setor ao mercado de curto prazo.

Na semana passada o governo já liberou 1,2 bilhão para ajudar as distribuidoras a fechar as contas relativas a janeiro.

Apesar de admitir que a situação hidrológica no país é grave, Tolmasquim disse que o cenário não é de crise de abastecimento.

"Não estamos alarmados, não achamos que é situação de crise. Nossa situação estrutural é completamente distinta de 2001 (quando houve racionamento de energia). Em 2001, o país não estava preparado para enfrentar situação de hidrologia como a de hoje. Nossa situação estrutural hoje é muito sólida", disse, em audiência pública no Senado.

(Por Leonardo Goy)