Conab reduz projeção da safra de soja do Brasil em 5% a 85,44 mi t

quarta-feira, 12 de março de 2014 09:40 BRT
 

SÃO PAULO, 12 Mar (Reuters) - O governo brasileiro reduziu sua projeção para a safra 2013/14 de soja no país em 5 por cento, para 85,44 milhões de toneladas, informou nesta quarta-feira a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), citando problemas climáticos em vários Estados.

A projeção de fevereiro era de 90,01 milhões de toneladas.

"No Paraná, desde praticamente a época do plantio, a lavoura foi duramente afetada pela ausência de chuvas e elevadas temperaturas", disse a Conab, em seu sexto levantamento para a temporada.

"Em Mato Grosso do Sul, a lavoura... vem apresentando problemas relacionados ao atraso decorrente da coincidência da colheita com as chuvas. Em Goiás, a cultura... sofreu forte influência do clima, com a escassez de chuvas, associado à incidência de ataques de pragas e de doenças", destacou a companhia.

Com a safra menor, o país deverá exportar 45,3 milhões de toneladas da oleaginosa, contra 47,7 milhões de toneladas da projeção de fevereiro.

A Conab também reduziu um pouco a estimativa de consumo interno, para 39,6 milhões de toneladas em 2013/14, ante 40,75 milhões do relatório anterior.

Apesar da redução da estimativa, o Brasil ainda teria uma colheita recorde de soja, superando a da safra anterior, de 81,5 milhões de toneladas.

(Por Gustavo Bonato)