Kroton e Anhanguera negociam soluções com Tribunal do Cade sobre fusão

quarta-feira, 12 de março de 2014 20:24 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 12 Mar (Reuters) - A Kroton Educacional e a Anhanguera buscam soluções negociadas com o Tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) no que se refere à aprovação da associação entre as companhias, disseram as redes de ensino privado nesta quarta-feira.

As companhias informaram que procuram "remédios para as preocupações concorrenciais" relativas ao ensino superior presencial e ao ensino à distância, visando aprovação da fusão pelo Cade dentro do prazo legal.

Em dezembro, a Superintendência Geral do Cade recomendou impugnação do processo de fusão entre as empresas de educação, citando preocupação concorrencial decorrente da operação que pode criar a maior empresa do setor no mundo.

O caso foi então submetido ao tribunal da autarquia para a avaliação de solução para os problemas concorrenciais identificados.

A Procuradoria Federal Especializada junto ao Cade emitiu, em 6 de março, parecer indicando que a transferência de mantença de instituição de ensino seria uma solução para as preocupações concorrenciais identificadas pela Superintendência-Geral em relação ao acordo de associação no segmento de graduação à distância.

(Por Juliana Schincariol; Edição Luciana Bruno)