Duratex investirá R$1,3 bi para construir fábrica de painéis industrializados

quinta-feira, 13 de março de 2014 07:47 BRT
 

SÃO PAULO, 13 Mar (Reuters) - A empresa do ramo de insumos para a construção civil e marcenaria Duratex anunciou nesta quinta-feira que irá investir 1,3 bilhão de reais para a construção de uma fábrica de painéis industrializados em Minas Gerais, também divulgando a aquisição de florestas para garantir suprimento de matéria-prima para a nova unidade.

Segundo a companhia, a unidade no triângulo mineiro será a maior da América Latina, com duas linhas de produção e capacidade efetiva de 1,4 milhão de metros cúbicos por ano, elevando a capacidade total da empresa em 34 por cento, a 5,6 milhões de metros cúbicos por ano.

A nova unidade irá substituir uma fábrica de painéis de madeira anunciada em 2011, que teria 680 mil metros cúbicos de capacidade anual.

A empresa ressaltou que o consumo de painéis no Brasil vem crescendo a taxas superiores às da economia e que, dado esta situação, o investimento é necessário para atender o mercado a partir de 2017.

A Duratex estima que a nova fábrica irá acrescentar cerca de 1,3 bilhão de reais na receita líquida anual após conclusão das linhas e aceleração da produção, considerando preços atuais e mix de vendas planejado.

O projeto, com potencial de expansão, será financiado via recursos próprios e empréstimos junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Para garantir o suprimento de matéria-prima e custos baixos de madeira e frete para a nova fábrica e para a atual unidade em Uberaba (MG), a Duratex anunciou também a aquisição da totalidade das florestas pertencentes à Caxuana, com 30 mil hectares de terras arrendadas por 39 anos.

"Este investimento, da ordem de 150 milhões de reais, será pago em sua maior parte com a entrega de 5.600 hectares de terras de propriedade da Duratex em São Paulo, que estão sendo arrendadas pela própria empresa, também por um período de 39 anos, a valor de mercado", informou a companhia do grupo Itaúsa, holding que também controla o banco Itaú Unibanco.

A venda destas terras resultará em um aumento de 30 milhões de reais no lucro líquido da Duratex neste trimestre, informou a empresa.

"O investimento trará sinergias importantes e implica imediata e permanente redução de custo com fretes no abastecimento da planta de Uberaba, que representa 25 por cento da nossa capacidade atual de produção", informou a Duratex.

(Por Roberta Vilas Boas; Edição de Marcela Ayres)