Governo deve anunciar plano para lidar com custo de térmicas nesta 5a, dizem fontes

quinta-feira, 13 de março de 2014 09:58 BRT
 

BRASÍLIA/SÃO PAULO (Reuters) - Os ministérios da Fazenda e de Minas e Energia devem anunciar nesta quinta-feira um plano para solucionar o problema de caixa das distribuidoras de energia que tem sido impactado pelos elevados gastos com a compra de energia de termelétricas e com a exposição ao mercado de curto prazo, segundo duas fontes do governo.

Segundo uma das fontes, o anúncio deverá ocorrer na tarde desta quinta no Ministério da Fazenda, em horário ainda não definido.

Em fevereiro, uma fonte do governo afirmou à Reuters que o governo poderia permitir aumento na conta de luz dos consumidores, para que o ônus do gasto extra com a cara energia de térmicas não ficasse apenas com o Tesouro Nacional.

Na quarta-feira, o secretário-executivo de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, afirmou que o aporte de 1,2 bilhão de reais da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) às distribuidoras de energia será pago pelos consumidores em até 5 anos. A liberação de 1,2 bilhão de reais foi definida pelo governo federal na sexta-feira passada para cobrir a compra de energia mais cara de térmicas pelas distribuidoras em janeiro.

(Por Leonardo Goy e Patrícia Duarte)