ENTREVISTA-Usinas antecipam moagem por aperto financeiro e preço do etanol

quinta-feira, 13 de março de 2014 16:13 BRT
 

Por Fabíola Gomes

SÃO PAULO, 13 Mar (Reuters) - As usinas do centro-sul do Brasil anteciparam o início da moagem na safra de cana 2014/15, devido a dificuldades financeiras, com as empresas buscando fazer caixa e aproveitando os bons preços do etanol no mercado interno atualmente.

O diretor técnico da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), Antonio de Padua Rodrigues, disse que "muitas" usinas já iniciaram a moagem, que começa oficialmente em 1º de abril no centro-sul.

"A situação financeira está levando a maior parte das empresas à antecipação de safra. Primeiro pela necessidade de fazer caixa e, segundo, porque os preços do etanol estão atrativos neste momento em que a oferta está muito aquém da demanda", disse ele em entrevista à Reuters.

O etanol hidratado no Estado de São Paulo superou 1,40 real por litro (em média na usina) nas últimas semanas, sendo negociado no maior valor desde abril de 2011 em termos nominais, segundo informações do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da USP.

A alta no preço ocorre porque a maioria das usinas ainda está parada, na entressafra de cana.

Mas a Unica estima que até o final de março ao menos 40 usinas já terão começado a moagem, das pouco mais de 300 unidades em atividade na região, que responde por cerca de 90 por cento da produção de cana do Brasil.

Tradicionalmente, no início da safra as usinas dão preferência ao etanol, em detrimento da produção de açúcar, por questões industriais.

SAFRA AFETADA   Continuação...

 
Caminhão com cana aguarda dentro da usina de cana-de-açúcar de Santa Teresinha, em Maringá. As usinas do centro-sul do Brasil anteciparam o início da moagem na safra de cana 2014/15, devido a dificuldades financeiras, com as empresas buscando fazer caixa e aproveitando os bons preços do etanol no mercado interno atualmente. 13/05/2011 REUTERS/Rodolfo Buhrer/La Imagem