Receita por passageiro da Gol dispara em fevereiro; oferta de voos tem leve alta

segunda-feira, 17 de março de 2014 11:50 BRT
 

SÃO PAULO, 17 Mar (Reuters) - A empresa aérea Gol viu sua receita por passageiro disparar em fevereiro sobre um ano antes, ao mesmo tempo em que a oferta teve leve alta e a demanda por voos avançou fortemente.

A companhia informou nesta segunda-feira que a receita por passageiro (Prask) subiu 27 por cento no mês passado, impulsionada pelo aumento na taxa de ocupação, que passou de 64 por cento para 76,7 por cento entre fevereiro de 2013 e igual mês deste ano.

O aumento na taxa de ocupação, por sua vez, foi possível diante do avanço de 20,2 por cento na demanda total por voos da empresa, enquanto a oferta teve crescimento de apenas 0,3 por cento ante fevereiro do ano passado.

Já o indicador que mede os preços das passagens (yield) subiu 6 por cento na mesma base de comparação.

Considerando apenas os voos domésticos, a oferta da Gol em fevereiro teve alta de 0,2 por cento, enquanto a demanda avançou 19,5 por cento.

Em voos internacionais, a oferta da Gol subiu 1,6 por cento no mês, e a demanda cresceu 25,4 por cento.

Porém, a companhia continua enfrentando o cenário de alta nos preços dos combustíveis, que a levou a cortar a oferta no mercado doméstico no ano passado em um esforço para melhorar seus resultados.

Segundo a Gol, o preço médio do combustível subiu cerca de 8 por cento em fevereiro sobre um ano antes, devido à desvalorização do real frente ao dólar e ao aumento nos valores do produto no mercado internacional.

(Por Roberta Vilas Boas; Edição de Marcela Ayres)

 
Um Boeing 737-800 da Gol decola do aeroporto de Congonhas em São Paulo. A empresa aérea Gol viu sua receita por passageiro disparar em fevereiro sobre um ano antes, ao mesmo tempo em que a oferta teve leve alta e a demanda por voos avançou fortemente. 17/01/2014 REUTERS/Nacho Doce