ONS vê reservatórios de hidrelétricas no Sudeste com nível de 38,2% em 31/03

segunda-feira, 17 de março de 2014 11:34 BRT
 

SÃO PAULO, 17 Mar (Reuters) - O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) estima que os reservatórios das hidrelétricas da região Sudeste/Centro-Oeste terminem o mês a 38,2 por cento de nível de armazenamento de água, uma elevação em relação aos 35,86 por cento atuais, segundo sumário do Programa Mensal de Operação revisado e divulgado na sexta-feira.

O nível esperado ainda é baixo para o período e, caso se confirme, estaria apenas a 3,67 pontos percentuais acima do fechado em março de 2001, ano do racionamento de energia.

Na semana passada, diversas consultorias e analistas de bancos elevaram as preocupações em relação ao risco de um racionamento de energia neste ano e meteorologistas indicaram que as chuvas de outono não deverão compensar a estiagem verificada nos dois primeiros meses do ano na região.

Para esta semana, o ONS espera chuva fraca a moderada nas bacias dos rios Uruguai, Jacuí, Iguaçu e Paranapanema. A geração de energia termelétrica indicada para o período foi elevada para 17.872 megawatts (MW) médios, ante 17.442 MW médios na semana anterior.

No final da semana, a expectativa é de que os reservatórios da região Sudeste/Centro-Oeste cheguem a 37,2 por cento.

O ONS também informou que com a manutenção do cenário de cheia histórica do rio Madeira, a hidrelétrica Santo Antônio permanece desligada.

Segundo o ONS, os reservatórios da região Sul devem passar de 39,41 por cento atualmente para 42,4 por cento na sexta-feira e 45,8 por cento no fim do mês. O Nordeste deve apresentar leve aumento do nível atual de 42,04 por cento para cerca de 42,4 por cento no dia 31 de março. Já no Norte, as represas devem passar de 84,17 por cento atualmente para 86,8 por cento no final do mês.

A previsão de aumento de carga de energia consumida no mês foi reduzida de alta de 7 por cento para 6,2 por cento.

Acompanhe a evolução do nível dos reservatórios do país em 0#ONS-RSVR-DLY e 0#ONS-RSVR-MTH.

(Por Anna Flávia Rochas)

 
Um bando de capivaras nadam perto de marcadores do nível d'água na represa de Jaguari, em Bragança Paulista. 20/02/2014 REUTERS/Paulo Whitaker