Lucro ajustado da Kroton sobe mais de 3,5 vezes no 4º tri

terça-feira, 18 de março de 2014 08:44 BRT
 

SÃO PAULO, 18 Mar (Reuters) - O lucro líquido ajustado da Kroton somou 137,8 milhões de reais no quarto trimestre, divulgou a empresa de educação nesta terça-feira, mais de 3,5 vezes superior ao registrado em igual período de 2012, impulsionado pela evolução na base de alunos e aumento da receita.

Entre outubro e dezembro, a geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado foi de 173,1 milhões de reais, alta de 140,1 por cento na comparação anual.

Guiada principalmente pelo avanço no número de alunos do Ensino Superior - que cresceu 26,5 por cento no trimestre, a 518.508 alunos - a receita líquida trimestral subiu 42,1 por cento sobre um ano antes, a 518,6 milhões de reais.

Na base não ajustada, que considera a amortização de intangível e custos e despesas não recorrentes, o lucro líquido da Kroton no quarto trimestre chegou a 116,8 milhões, com o Ebitda alcançando 162,3 milhões de reais.

Mais cedo, porém, a empresa havia divulgado em ata de reunião do Conselho de Administração, que o lucro líquido do quarto trimestre foi de 110,96 milhões de reais, e que iria distribuir 25 por cento desse valor em dividendos, totalizando 27,7 milhões de reais.

O resultado veio acima do estimado por analistas, que previam lucro de 90,6 milhões e Ebitda de 126,4 milhões de reais em pesquisa da Reuters.

A Kroton ressaltou que inicia 2014 com 336 projetos, chamando a atenção para iniciativas envolvendo ensino adaptativo e projetos relativos ao seu crescimento orgânico.

Entre eles, a empresa citou a aprovação de 183 cursos de graduação nas suas unidades atuais e o credenciamento de 20 novas unidades.

Apoiada nessas frentes de trabalho, a Kroton disse acreditar que 2014 "será novamente um excelente ano". Para o primeiro trimestre, a empresa prevê um avanço de 22,9 por cento na base de estudantes de graduação ante igual período do ano passado, com crescimento de 19 por cento na graduação presencial e 24,7 por cento no ensino a distância.   Continuação...