Exportação do complexo soja do Brasil cairá 11% em 2014 para US$27,5 bi

terça-feira, 18 de março de 2014 13:39 BRT
 

SÃO PAULO, 18 Mar (Reuters) - As exportações do complexo soja do Brasil (grão, farelo e óleo) foram estimadas em 27,565 bilhões de dólares, uma queda de 11 por cento na comparação com o recorde da temporada passada, previu nesta terça-feira a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove).

A Abiove ainda reduziu em pouco mais de 200 milhões de dólares a sua estimativa das divisas geradas pelas exportações do complexo soja na comparação com o relatório do mês passado, por conta de uma expectativa de um volume exportado do grão menor do que se previa em fevereiro.

Em 2013, as exportações do complexo soja --que lideram as vendas externas agropecuárias do Brasil-- somaram 30,96 bilhões de dólares, com alta nos preços internacionais dos derivados de soja.

Em 2014, a Abiove prevê que o Brasil exportará um volume recorde de soja de 44 milhões de toneladas, mas o preço do grão exportado cairá 11,8 por cento ante 2013, com o mercado internacional mais bem abastecido após uma recuperação da safra norte-americana e expectativa de produção brasileira recorde.

O Brasil deverá liderar as exportações globais de soja na temporada 2013/14, segundo previsão do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA).

(Por Roberto Samora)

 
Agrônomos inspecionam uma plantação de soja para estimar a produção deste ano, em Cruz Alta. As exportações do complexo soja do Brasil (grão, farelo e óleo) foram estimadas em 27,565 bilhões de dólares, uma queda de 11 por cento na comparação com o recorde da temporada passada, previu nesta terça-feira a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove). 29/02/2008 REUTERS/Inae Riveras