Exportações de petróleo do Irã aumentam com compras da Ásia

terça-feira, 18 de março de 2014 12:51 BRT
 

Por Osamu Tsukimori

TÓQUIO, 18 Mar (Reuters) - O Irã exportou mais petróleo do que o permitido sob as sanções ocidentais por pelo menos o quarto mês consecutivo em fevereiro, com dados de carregamentos obtidos pela Reuters mostrando que seus maiores clientes mais uma vez compraram mais de 1 milhão de barris por dia (bpd).

Houve uma alta nas vendas para os principais clientes do Irã, principalmente na Ásia e incluindo a Turquia, o que ocorre depois de um acordo que aliviou parte das sanções ocidentais que tentam restringir o programa nuclear iraniano.

O acordo de novembro também liberou até 4,2 bilhões de dólares em pagamento a Teerã por petróleo, embora ele não permita que os embarques do produto aumentem.

Para assegurar que as sanções não são burladas, Washington pode colocar mais pressão sobre os compradores do Irã para reduzirem as compras nos próximos meses, a fim de manter o volume médio sob o limite de 1 milhão de bpd, menos que a metade dos níveis anteriores a 2012.

No total, os embarques de petróleo pelo Irã para seus quatro principais compradores (China, Índia, Japão e Coreia do Sul) subiram para 1,16 milhão de bpd, ante 994.669 bpd em janeiro, segundo dados de carregamentos vistos pela Reuters.

Se for acrescentado o petróleo embarcado para a Turquia, que chegou a 105.824 bpd em janeiro e 117.857 em fevereiro, as exportações de Teerã ultrapassaram o limite pelo menos desde novembro.

Os volumes excluem condensado, um petróleo leve, que o Irã exporta para a China e outros países.

Desde as imposições das sanções em 2012, cinco compradores --China, Índia, Coreia do Sul, Japão e Turquia-- compraram praticamente todas as exportações de petróleo do Irã.

(Reportagem adicional Aizhu Chen, em Pequim, e Meeyoung Cho, em Seul)