China negocia compra de cerca de 150 jatos Airbus em possível acordo de US$20 bi

quarta-feira, 19 de março de 2014 08:10 BRT
 

19 Mar (Reuters) - A China está negociando a compra de pelo menos 150 jatos Airbus avaliados em cerca de 20 bilhões de dólares quando o presidente Xi Jinping fizer sua primeira visita à Europa no final deste mês, afirmaram fontes à Reuters.

Em um acordo amplo que pode ajudar a retomar as relações comerciais entre China e Europa após um ano de dificuldades, a China deve comprar mais jatos A330 em um momento em que o diálogo avança para abertura de uma segunda grande fábrica da Airbus no país.

A fábrica de "finalização de cabine" do A330 vai impulsionar a presença da Airbus na China cinco anos depois da abertura da primeira fábrica da companhia fora da Europa, na cidade portuária chinesa de Tianjin, onde trabalhadores montam jatos

A320.

O acordo também pode envolver decisão para descongelar a compra de 27 A330 bloqueada pela China durante uma recente disputa com a União Europeia sobre políticas ambientais.

Um porta-voz da Airbus, subsidiária do Airbus Group, não comentou o assunto. Representantes das maiores companhias aéreas chinesas incluindo Air China, China Eastern e China Southern não quiseram se pronunciar.

As fontes afirmaram que o tamanho final do acordo poderá mudar e vai depender de negociações de última hora.