Estatais ajudam e Bovespa avança quase 1% apesar de queda em Wall Street

quarta-feira, 19 de março de 2014 17:53 BRT
 

Por Priscila Jordão

SÃO PAULO, 19 Mar (Reuters) - O mercado acionário brasileiro subiu quase 1 por cento nesta quarta-feira, impulsionado por ações de empresas estatais antes da divulgação de pesquisa de intenção de voto do Ibope, e apesar das ações dos Estados Unidos terem caído repercutindo decisão de política monetária do banco central do país.

O Ibovespa subiu 0,9 por cento, a 46.567 pontos. O giro financeiro do pregão somou 6,1 bilhões de reais.

As ações preferenciais da Petrobras subiram 2,85 por cento e puxaram o índice para cima, ao lado das estatais Banco do Brasil e Eletrobras, que apareceram entre as maiores altas do dia.

Outras ações de grande peso no índice, como Itaú Unibanco e Vale, tiveram leve alta ou fecharam estáveis.

"Ações de companhias estatais estão se destacando hoje. Existem rumores de uma pesquisa eleitoral já estaria mostrando um avanço dos candidatos da oposição em cima da Dilma (Rousseff), e criou-se a perspectiva de que, se a Dilma não for reeleita, poderia melhorar a situação (para a economia)", disse o especialista em renda variável Rogério Oliveira, da Icap Brasil.

O Ibope informou que sua pesquisa será divulgada nesta quarta-feira a partir das 19h.

Durante a tarde, o Ibovespa reduziu momentaneamente a alta, acompanhando as bolsas de Wall Street, após declarações da chair do Federal Reserve, Janet Yellen, elevarem as expectativas de que as taxas de juros na maior economia do mundo subam mais cedo do que o esperado.

Em entrevista a jornalistas, ao ser questionada sobre quando a taxa de juros será elevada após o fim do programa de compra de títulos, Yellen respondeu: "A linguagem que utilizamos no comunicado é 'horizonte relevante'... Esse é um termo difícil de definir, mas... provavelmente significa algo em torno de seis meses, ou algo do tipo".   Continuação...