IDV apura alta de 7,5% nas vendas do varejo em fevereiro

quinta-feira, 20 de março de 2014 12:47 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV) divulgou nesta quinta-feira que suas associadas tiveram, em média, um avanço de 7,5 por cento nas vendas de fevereiro ante igual período do ano passado, num resultado impactado positivamente pelo efeito calendário, com o carnaval deste ano caindo apenas em março.

O resultado mostrado pelo grupo, do qual fazem parte grandes companhias do setor como Grupo Pão de Açúcar, Lojas Americanas e Lojas Renner, representa uma aceleração ante janeiro, quando o crescimento na comparação anual foi de 6,8 por cento.

Quando considerado o varejo em geral, o avanço nas vendas em janeiro foi de 6,2 por cento, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Os dados de fevereiro ainda não foram divulgados pelo instituto.

No bimestre, o crescimento medido pelo índice IAV-IDV foi de 7,1 por cento, contra 0,5 por cento em 2013, o que sugere, na visão do presidente da entidade, perspectivas melhores para o varejo nacional no ano.

"Emprego, renda e crédito, embora com tendência de taxas de crescimento mais baixas, ainda não indicam um obstáculo para um crescimento superior ao de 2013", disse Flavio Rocha, que também comanda a varejista de moda Riachuelo.

Em nota, ele ressalvou que a confiança dos consumidores mostra trajetória de baixa há mais de 12 meses, em um alerta quanto à continuidade do bom desempenho do início de 2014 num contexto de crise no setor elétrico no front doméstico e desafios no cenário macroeconômico internacional.

Para março, a entidade projeta um crescimento de vendas de 4 por cento em função da ocorrência do carnaval no mês. Já para abril e maio, as estimativas são mais otimistas, de um avanço de 10,3 e 10,5 por cento, respectivamente, sempre contra iguais etapas do ano passado.

(Por Marcela Ayres)