20 de Março de 2014 / às 17:09 / 4 anos atrás

Mantega recebe líderes da base na Câmara para discutir MP 627

BRASÍLIA, 20 Mar (Reuters) - Em um novo passo do governo para tentar melhorar a relação com o Congresso, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, reuniu-se nesta quinta-feira com parlamentares para explicar e expor a posição sobre a medida provisória 627, que altera regras de tributação de multinacionais brasileiras no exterior e pode ser votada em comissão mista na próxima semana.

O texto final da MP ainda não está concluído, mas os termos finais do relatório da medida, a cargo do líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), devem ser acertados em reunião na tarde desta quinta com Mantega e o vice-presidente Michel Temer. Cunha, protagonista da crise que eclodiu entre a base e o governo na Câmara, não participou do encontro nesta manhã na Fazenda.

Ao saírem da reunião com Mantega nesta manhã, líderes da base avaliaram que é possível votar a proposta em comissão mista já na próxima terça-feira. Uma vez aprovada pela comissão, a medida ainda precisa ser submetida a voto nos plenários da Câmara e do Senado.

O governo tem certa urgência em aprová-la, uma vez que perde a validade em 21 de abril.

“Eu acredito que a tendência é votar na terça-feira na comissão, pelo que ouvi”, disse o líder do governo na Casa, Arlindo Chinaglia (PT-SP), após a reunião, deixando claro, no entanto, que apenas os integrantes da comissão mista podem definir um calendário de votações.

De acordo com o líder do PSD na Câmara, Moreira Mendes (RO), Mantega aproveitou o encontro para explicar a importância da MP e demonstrou “muito boa vontade e abertura para o diálogo”.

Deve haver ainda, na segunda-feira, uma reunião entre técnicos dos gabinetes parlamentares e um representante da Fazenda na próxima segunda-feira para que não pairem dúvidas sobre a medida.

Os líderes avaliaram que não há chance de a recente turbulência na base contaminar a discussão da MP. Para Mendes, a questão está “bem equacionada”, enquanto Chinaglia avalia que o movimento de insatisfação que incluía deputados da base já “ganhou contornos mais leves”.

Reportagem de Maria Carolina Marcello

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below