Bovespa tem 4a alta e fica positivo no mês, com novo impulso de estatais

quinta-feira, 20 de março de 2014 18:00 BRT
 

Por Priscila Jordão

SÃO PAULO, 20 Mar (Reuters) - O principal índice da Bovespa engatou a quarta sessão de alta consecutiva nesta quinta-feira, novamente impulsionado por ações de empresas estatais, em meio a rumores sobre pesquisa eleitoral que mostraria avanço de candidatos da oposição.

O Ibovespa subiu 1,53 por cento, a 47.278 pontos. O giro financeiro do pregão foi de 7,4 bilhões de reais. Com o ganho, o índice ficou positivo no acumulado de março e passou a exibir alta semanal de 5,14 por cento. Se a semana acabasse nesta quinta-feira, a alta acumulada desde segunda-feira seria a maior semanal desde a semana encerrada em 6 de setembro do ano passado.

As ações da Petrobras, do Banco do Brasil e a ordinária da Eletrobras voltaram a aparecer entre as maiores altas do índice, todas com valorização de mais de 4 por cento, após já terem ajudado a levantar a bolsa na quarta-feira.

Os papéis das estatais continuaram refletindo rumores do mercado de que pesquisa de intenções de voto do Ibope, que seria divulgada na noite da véspera, mostraria avanço de candidatos da oposição sobre a presidente Dilma Rousseff. Ao contrário do esperado, a pesquisa não foi divulgada na quarta e, segundo o Ibope, deve ser publicada ainda nesta quinta-feira.

"Isso acaba dando um fôlego para as estatais, as empresas que mais foram prejudicadas pelo governo nos últimos anos", afirmou o analista Fábio Gonçalves, da Banrisul Corretora. "Mas o mercado opera em cima de boatos, pois mesmo que mude a equipe econômica, não existe nenhum direcionamento mostrando que um provável vencedor (da oposição) mudaria a forma de condução de políticas em relação às estatais", acrescentou.

Em menor proporção, além de Banco do Brasil, outras ações do setor financeiro, como Itaú Unibanco e Bradesco, também avançaram.

A ação da construtora e incorporadora Rossi Residencial, ficou com a maior alta do Ibovespa do dia, com investidores cobrindo posições vendidas no papel, que tem um beta alto (maior volatilidade) em relação ao Ibovespa, afirmou o operador de renda variável Thiago Montenegro, da Quantitas Asset Management.

Nos Estados Unidos, dados fortes sobre a atividade empresarial e pedidos de auxílio-desemprego, entre outros, fizeram os principais índices acionários do país fecharem no azul, outro fator a contribuir para a alta da bolsa paulista.

Na ponta negativa do Ibovespa, a ação da Sabesp caiu 7,5 por cento, encabeçando a lista das maiores perdas. Nesta quinta, o banco UBS reduziu sua recomendação para a Sabesp de "neutra" para "venda", cortando significativamente suas estimativas de desempenho para a companhia como resultado da falta de chuvas e do programa de incentivo da empresa para economia de água, que oferece desconto de 30 por cento nas contas.

O sistema que fornece água a cerca de 9 milhões de pessoas na região metropolitana de São Paulo renovou mínima histórica nesta quinta-feira, exibindo nível de água de apenas 14,6 por cento de sua capacidade.