Cenário adverso para etanol e açúcar faz Biosev rever planos

quinta-feira, 20 de março de 2014 20:13 BRT
 

SÃO PAULO, 20 Mar (Reuters) - A Biosev, segunda maior processadora de cana-de-açúcar do mundo, revisou seu plano de negócios e reduziu os investimentos industriais no curto prazo, para se adequar a um cenário de baixa do setor sucroalcooleiro no Brasil, informou a empresa nesta quinta-feira.

"O principal objetivo do Plano de Negócios Revisado é atingir, no curto prazo, um fluxo de caixa positivo sustentável", disse a empresa, acrescentando que a revisão "resultará em um impacto negativo essencialmente não caixa de aproximadamente R$ 740 milhões, líquido de impostos".

A Biosev estimou que os ativos biológicos da companhia poderão ter uma redução em seu valor justo, líquido de impostos, de entre 120 milhões a 180 milhões de reais.

"Ao longo dos últimos anos, o setor sucroalcooleiro brasileiro tem enfrentado um prolongado ciclo de baixa, atribuído principalmente aos baixos preços de etanol no mercado doméstico e ao excesso de oferta internacional de açúcar, deprimindo os preços deste produto", justificou a empresa em comunicado.

"Adicionalmente, inesperados eventos climáticos causaram efeitos adversos na produção de cana-de-açúcar no Centro-Sul e no Nordeste.

Dentre as medidas previstas estão a criação do Polo Agroindustrial de Ribeirão Preto, composto pelas unidades Santa Elisa, Vale do Rosário, UMB, Jardest e Continental, buscando aumentar a eficiência e a sinergia entre tais unidades.

Ainda do lado operacional, a unidade Jardest será interrompida, e a empresa prevê realocar seus ativos biológicos, com vista a aumentar a taxa de utilização da capacidade instalada.

A empresa não deu detalhes sobre os investimentos, apenas disse que fará uma "alocação seletiva do capex, reduzindo investimentos discricionários industriais no curto prazo".

Do lado financeiro, a empresa vai atuar para aumentar o prazo médio de sua dívida, ao mesmo tempo em que buscará reduzir suas necessidades de capital de giro.   Continuação...