Economia da Ucrânia gera grande preocupação, diz representante da UE

sábado, 22 de março de 2014 17:03 BRT
 

BRUXELAS, 22 Mar - A chefe de diplomacia da União Europeia, Catherine Ashton, expressou profunda preocupação no sábado sobre a fragilidade da economia da Ucrânia e exortou o resto do mundo a apoiar o país.

"Nós temos que ter certeza de que a Ucrânia, economicamente, não irá tombar ... Meu maior medo agora é o estado da economia e da necessidade de todos nós oferecermos o apoio que eles precisam", disse Ashton em evento organizado pela organização German Marshall Fund.

O novo governo da Ucrânia, que tomou o poder quando o presidente pró-Rússia Viktor Yanukovich foi deposto depois de meses de protestos de rua, disse que precisa desesperadamente de dinheiro para cobrir as despesas, incluindo as importações de gás e evitar um possível default da dívida.

Ashton disse que um problema do déficit orçamental de curto prazo tem que ser resolvido "relativamente rápido".

Outro problema é a viabilidade econômica da indústria, que tem muitas áreas que precisam ser modernizados, um problema que, segundo Asthon, precisa de um plano de mais longo prazo.

(Por Adrian Croft)