Produção de açúcar e etanol do centro-sul cairá em 14/15, diz Licht

segunda-feira, 24 de março de 2014 10:50 BRT
 

SÃO PAULO, 24 Mar (Reuters) - A safra de cana do centro-sul do Brasil na temporada 2014/15 foi estimada nesta segunda-feira em 575 milhões de toneladas, queda de 3,5 por cento na comparação com a moagem de 2013/14 que está em seu final, com reflexos negativos na produção de açúcar e etanol, disse a consultoria especializada F.O. Licht em evento em São Paulo.

A seca neste ano e até geadas em 2013 farão a principal região produtora de cana do Brasil produzir menos açúcar e etanol na nova safra, que começa oficialmente em 1º de abril, ressaltou a Licht.

A consultoria previu a produção de açúcar 14/15 do centro-sul do país, maior produtor e exportador da commodity, em 31,1 milhões de toneladas, contra 34,3 milhões em 13/14, redução de 9,3 por cento.

A produção de etanol cairá menos, segundo a Licht, sendo estimada em 25,35 bilhões de litros, contra 25,5 bilhões de litros em 13/14, quando o volume produzido do biocombustível subiu quase 20 por cento nas contas da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica).

"Esperamos uma queda bem significativa na produção de cana devido a condições climáticas desfavoráveis, não apenas a seca em janeiro e fevereiro, mas também por conta da geada em julho", afirmou durante o evento o analista sênior de açúcar da Licht, Stefan Uhlenbrock, referindo-se aos problemas climáticos registrados no centro-sul, que responde por cerca de 90 por cento da produção de cana do país.

(Por Caroline Stauffer)