ONS reduz previsão para nível de reservatórios do Sudeste ao fim de março a 36,9%

segunda-feira, 24 de março de 2014 11:53 BRT
 

SÃO PAULO, 24 Mar (Reuters) - O Operador Nacional do Sistema elétrico (ONS) reduziu a previsão para o nível de armazenamento de água dos reservatórios das hidrelétricas do Sudeste/Centro-Oeste ao fim de março para 36,9 por cento, ante a expectativa da semana anterior de que chegassem a 38,2 por cento.

Para que os reservatórios alcancem esse nível esperado ao fim de março, teriam que subir 1,2 um ponto percentual ao longo desta semana até a próxima segunda-feira. O nível do Sudeste-Centro Oeste em março, até agora, subiu apenas 1,09 ponto percentual, depois de um período de forte depreciação no início do ano, e está a 35,7 por cento, conforme dados fechados no domingo.

Ao final de março de 2001, ano do racionamento de energia, o nível dos reservatórios do Sudeste-Centro Oeste, estava a 34,53 por cento de armazenamento. Analistas de bancos e consultores apontam que o risco de racionamento continua subindo, sendo que analistas do HSBC divulgaram em relatório no fim da semana passada que o risco de racionamento "light" em 2014/2015 estaria em cerca de 40 por cento.

O diretor-geral do ONS, Hermes Chipp, disse em fevereiro que os reservatórios da região Sudeste deveriam atingir cerca de 43 por cento de armazenamento ao final de abril para garantir suprimento de energia ao longo de 2014.

Praticamente todas as térmicas do país já estão acionadas atualmente. O ONS indica cerca de 17,9 GW médios de geração térmica para esta semana.

Para a região Sul, o ONS reviu para cima a previsão de armazenamento dos reservatório ao fim de março, que devem chegar 46,1 por cento, ante 45,78 por cento atualmente.

No Nordeste, o nível dos reservatórios esperado ao fim do mês, conforme divulgado na sexta-feira, é de 41,7 por cento, praticamente o mesmo valor verificado atualmente, de 41,73 por cento.

Já no Norte, onde chuvas abundantes levam a cheia histórica no rio Madeira, os reservatórios devem chegar a 84,9 por cento no fim do mês, ante 84,39 por cento atualmente.

Acompanhe as variações diária e mensal dos reservatórios das hidrelétricas do Brasil em: e

(Por Anna Flávia Rochas)

 
Indicadores do nível de água com marcas onde o nível normalmente ficava, na represa de Jaguari, em São Paulo. O Operador Nacional do Sistema elétrico (ONS) reduziu a previsão para o nível de armazenamento de água dos reservatórios das hidrelétricas do Sudeste/Centro-Oeste ao fim de março para 36,9 por cento, ante a expectativa da semana anterior de que chegassem a 38,2 por cento. 31/01/2014 REUTERS/Nacho Doce