S&P corta rating soberano do Brasil para "BBB-", com perspectiva estável

segunda-feira, 24 de março de 2014 19:08 BRT
 

24 Mar (Reuters) - A agência de classificação de risco Standard and Poor's cortou a nota da dívida soberana brasileira para "BBB-" , de "BBB", e mudou a perspectiva do rating de negativa para estável, em um revés para a presidente Dilma Rousseff, cujos esforços para gerar maior crescimento econômico levaram a uma deterioração das finanças do país.

A classificação de BBB- é o menor rating de grau de investimento. A S&P alterou a perspectiva para estável, de negativa, o que significa que novos rebaixamentos são improváveis no curto prazo.

O movimento já era esperado, mas a expectativa era que uma mudança viesse apenas depois das eleições de outubro.

Sinalizações mistas de políticas pelo governo, com implicações negativas para a credibilidade das contas fiscais e da política econômica, além de perspectiva fraca para o crescimento no próximos dois anos, continuam pesando sobre a flexibilidade das políticas e do perfil de desempenho do país, disse a S&P.