Candidato a chairman diz que Tel. Italia deve agir de fato como empresa de capital aberto

sexta-feira, 28 de março de 2014 13:13 BRT
 

MILÃO, 28 Mar (Reuters) - Giuseppe Recchi, o candidato favorito a se tornar presidente do Conselho de Administração da Telecom Italia, disse que o maior grupo de telecomunicações italiano em valor de mercado deve se comportar de fato como uma companhia de capital aberto e prometeu representar todos os acionistas igualmente.

Em entrevista à Reuters nesta sexta-feira, Recchi, que deixará seu cargo atual de presidente do Conselho da gigante do petróleo Eni caso seja eleito pelos acionistas da Telecom Italia em 16 de abril, disse que vai garantir boas práticas de governança corporativa, permitindo que o presidente-executivo Marco Patuano se concentre em estratégia.

"A Telecom tem que se comportar e agir como uma companhia de capital aberto devido aos desafios no setor e à relevância para investidores financeiros, tanto na Itália quanto no exterior", disse Recchi.

"Nossa intenção é criar valor no interesse de todos os acionistas. Ao meu ver, não há tipos diferentes de investidores. Existe apenas uma categoria de investidores: 'todos'".

O Conselho da Telecom Italia, que tem a concorrente Telefónica e outras três instituições financeiras italianas como acionistas principais, foi acusado por investidores liderados por Marco Fossati de não levar em conta os interesses de acionistas menores.

Para resolver estas questões, a Telecom Italia está avançando com uma reforma em sua governança.

(Por Lisa Jucca)