March 31, 2014 / 12:42 PM / 3 years ago

Governo de SP amplia programa de desconto em tarifas de água da Sabesp

3 Min, DE LEITURA

SÃO PAULO, 31 Mar (Reuters) - O governo do Estado de São Paulo anunciou nesta segunda-feira a ampliação do programa de bônus que dá desconto nas contas de água de consumidores que reduzem o consumo, em meio ao nível crítico do Sistema Cantareira, que eleva os temores de necessidade de racionamento.

A ampliação do programa vale agora para todos os municípios atendidos pela Sabesp na região metropolitana de São Paulo, e não mais apenas para as cidades abastecidas pelo Sistema Cantareira, disse a presidente da Sabesp, Dilma Pena, a jornalistas.

O programa concede um desconto de 30 por cento para os clientes da Sabesp que conseguirem reduzir em 20 por cento seu consumo médio de água.

Dos 35 municípios da região, 31 estarão aptos a receber o desconto, incluindo toda a cidade de São Paulo, onde o desconto inicial valia apenas para a zona norte e centro, além de Diadema, São Bernardo do Campo, Osasco, Suzano e Taboão da Serra.

A Sabesp informou estar preocupada com o impacto em suas finanças dos descontos nas contas de quem economizar água, mas que a prioridade é garantir o abastecimento.

"Obviamente, vai impactar o faturamento da empresa mas a preocupação é garantir o abastecimento. Estamos preocupados com o impacto para a empresa", disse Dilma Pena.

Perguntada se o cenário político está interferindo em uma eventual decisão por racionamento, a presidente da Sabesp respondeu: "Todas as medidas para assegurar o abastecimento da região metropolitana de São Paulo estão sendo tomadas", disse ela, evitando comentar se o racionamento é uma opção avaliada pela companhia.

O governador Geraldo Alckmin afirmou que a ampliação do programa de bônus vale a partir de terça-feira.

Segundo ele, com o programa atual, 37 por cento dos consumidores atendidos ganharam o bônus, enquanto 39 por cento economizaram no consumo mas não o suficiente para obter o desconto na conta de água. Já 24 por cento dos clientes aumentaram o consumo de água.

Alckmin também afirmou que a Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) vai determinar uma redução no prazo médio de reparo de vazamentos na rede da Sabesp.

O nível de água do Sistema Cantareira, que abastece mais da metade da região metropolitana de São Paulo, recuou neste fim de semana a 13,5 por cento de sua capacidade, segundo dados no site da Sabesp nesta segunda-feira.

Por Alberto Alerigi Jr.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below