Archer reduz previsão de safra 14/15 de cana por efeito do tempo seco no CS

segunda-feira, 31 de março de 2014 12:14 BRT
 

SÃO PAULO, 31 Mar (Reuters) - A estimativa para a safra de cana no centro-sul do Brasil elaborada pela consultoria Archer Consulting foi reduzida para 575,5 milhões de toneladas no ciclo 2014/15, que começa em 1º de abril, por conta dos efeitos do tempo seco na região no começo deste ano.

"O número é quase 2,5 por cento menor do que a estimativa prévia, porque a companhia teve acesso a dados coletados em regiões produtoras e que são muito mais preocupantes do que o anterior", disse a consultoria em nota.

A moagem de cana no centro-sul, região que responde por 90 por cento da safra brasileira, atingiu 596,6 milhões de toneladas no ciclo 2013/15.

A estimativa para o açúcar ficou em 32,8 milhões de toneladas em 2014/15, ante 33 milhões de toneladas projetadas anteriormente.

O número para o etanol na nova safra também foi reduzido, para 24,67 bilhões de litros, versus 26 bilhões de litros previstos anteriormente.

A produção de açúcar do centro-sul ficou em 34,3 milhões de toneladas e de etanol em 25,5 bilhões de litros no ciclo 2013/14, que termina nesta segunda-feira.

Parte das usinas do centro-sul iniciou a moagem mais cedo, embora a temporada só comece oficialmente na terça-feira, na tentativa de fazer caixa aproveitando os preços mais elevados do etanol.

A União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) divulgará sua primeira estimativa para a safra 14/15 no começo de abril.

(Por Fabíola Gomes)