Ações europeias fecham em alta, impulsionadas por bancos italianos

segunda-feira, 31 de março de 2014 14:29 BRT
 

Por Francesco Canepa

LONDRES, 31 Mar (Reuters) - O desempenho das ações listadas em Milão superou a performance mista das bolsas europeias nesta segunda-feira, levando o principal índice acionário do continente a fechar em alta pela quinta sessão consecutiva, diante de sinais de que bancos italianos de pequeno porte estão aumentando o capital e conquistando investidores internacionais.

A confiança também foi elevada por expectativas de novos estímulos do Banco Central Europeu (BCE), diante do resultado da inflação na zona do euro abaixo do esperado. Contudo, movimentos de ajuste de fim de trimestre provocaram vendas generalizadas no fim do pregão.

O índice europeu de ações FTSEurofirst 300 fechou com variação positiva de 0,09 por cento, para 1.333 pontos.

As ações dos bancos italianos Banco Popolare e Monte Paschi figuraram entre as maiores altas do índice STOXX Europe 600, avançando 15,8 por cento e 4,9 por cento, respectivamente, frente à alta de 0,2 por cento do índice.

O papel do Banco Popolare foi impulsionado por notícias de que o banco atraiu investidores estrangeiros para seu aumento de capital, enquanto o Monte Paschi vendeu fatias a dois grandes fundos da América Latina, sinal de crescente confiança de investidores internacionais no setor e na economia italiana.

"Essa rodada de aumentos de capital é considerada um elemento positivo para bancos no contexto de um ambiente econômico mais estável", disse o gestor de um fundo de ações europeias do AcomeA Roberto Brasca.

"Quando esses bancos tiverem se resolvido em termos de capital, eles podem usar seus recursos para fazer empréstimos", acrescentou.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de 0,26 por cento, a 6.598 pontos.   Continuação...