Vendas de carros e comerciais leves caminham para fechar trimestre em queda

segunda-feira, 31 de março de 2014 17:39 BRT
 

SÃO PAULO, 31 Mar (Reuters) - As vendas de automóveis e comerciais leves no Brasil caminham para encerrar o trimestre em queda anual, com a média diária de vendas de março não sendo suficiente para reduzir o recuo acumulado nos dois primeiros meses deste ano.

Segundo dados preliminares do setor obtidos pela Reuters junto a duas fontes de mercado, a média de vendas de carros e comerciais leves por dia útil no Brasil em março até sexta-feira passada caiu 9,6 por cento sobre o mesmo período do ano passado, para 11.961 unidades.

Se a média de vendas for mantida nesta segunda-feira, o primeiro trimestre vai encerrar com licenciamentos de 773.743 carros e comerciais leves, queda de cerca de 2 por cento sobre o licenciado nos três primeiros meses de 2013. Até o primeiro bimestre deste ano, as vendas tinham acumulado alta de 5 por cento.

O volume total de automóveis e comerciais leves novos vendidos em março até dia 28 somou 215.300 unidades, informou uma das fontes. Esse volume, somado à média diária de vendas de 11.961 unidades no mês até sexta-feira, indica uma queda de 15 por cento nas vendas sobre o mesmo mês de 2013, que não teve incidência do feriado do carnaval.

Nas últimas semanas, algumas montadoras têm promovido feirões de vendas em finais de semana, enquanto montadoras de caminhões reduziram produção diante de dificuldades em exportações para a Argentina, principal comprador do setor brasileiro.

O setor encerrou o primeiro bimestre com estoques de 349 mil veículos, incluindo caminhões e ônibus, equivalente a 37 dias de vendas.

Dados oficiais da indústria, incluindo produção e exportações, serão divulgados pela associação de montadoras Anfavea, na sexta-feira. A entidade tem perspectiva de que as vendas de veículos novos no Brasil em 2014 crescerão 1,1 por cento, para 3,81 milhões de unidades, incluindo caminhões e ônibus.

Segundo as fontes, a Fiat apurou até sexta-feira passada vendas de 50,8 mil carros e comerciais leves em março, equivalente a uma participação de mercado de 23,6 por cento. A picape de pequeno porte da montadora, Strada, lidera as vendas de veículos leves em março, com licenciamentos de cerca de 12,3 mil unidades, à frente das 11,8 mil unidades do tradicional líder Gol, da alemã Volskwagen.

A General Motors teve vendas de 37,9 mil unidades, ou 17,6 por cento do segmento. A montadora norte-americana foi seguida pela Volkswagen, que teve emplacamentos de 35,6 mil carros e comerciais leves, ou 16,5 por cento do mercado.

Ford registrou emplacamentos até sexta-feira de 19 mil unidades (8,8 por cento de participação) e foi seguida pela Renault, com licenciamentos de 13,2 mil unidades e fatia de 6,2 por cento.

(Por Alberto Alerigi Jr.)