Ações asiáticas registram alta com Yellen e dados da China

terça-feira, 1 de abril de 2014 07:53 BRT
 

Por Hideyuki Sano

TÓQUIO, 1 Abr (Reuters) - As ações asiáticas avançaram nesta terça-feira após declarações da chair do Federal Reserve, Janet Yellen, e depois que o Índice de Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês) oficial da China mostrou que o setor industrial continuou se expandindo em março.

Às 7h45 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão avançava 0,58 por cento.

O índice japonês Nikkei não conseguiu acompanhar outros índices, caindo 0,2 por cento depois que uma pesquisa do banco central do Japão mostrou que as companhias do país estão cautelosas sobre a perspectiva econômica conforme um aumento de três pontos percentuais no imposto sobre vendas entrou em vigor nesta terça-feira.

Os mercados mundiais também foram sustentados pela chair do Fed, o banco central dos Estados Unidos, que reforçou a necessidade de um compromisso "extraordinário" para apoiar a economia dos EUA, aparentemente acalmando expectativas de que o ciclo de elevação dos juros comece antes do que o esperado.

Em seu primeiro pronunciamento público desde que se tornou chair do Fed há dois meses, Yellen disse que ainda há uma "considerável" ociosidade na economia e no mercado de trabalho.

"Não há nada realmente novo e a perspectiva de política do Fed não mudou muito, mas os mercados gostaram das declarações dela", disse Makoto Noki, estrategista sênior da SMBC Nikko Securities.

O PMI oficial da China subiu para 50,3 em março ante 50,2 em fevereiro, permanecendo acima da marca 50, o que significa expansão.