Disputa por licença interrompe carregamento de alumina da Norsk Hydro no Brasil

terça-feira, 1 de abril de 2014 08:06 BRT
 

OSLO, 1 Abr (Reuters) - Os carregamentos de alumina da unidade brasileira Alunorte, da Norsk Hydro, foram paralisados após autoridades locais suspenderem a licença ambiental do porto da unidade, disse a empresa norueguesa nesta terça-feira.

A Alunorte, situada no Pará, tem capacidade instalada de 6,3 milhões de toneladas por ano. A suspensão não afetou a produção na unidade, disse a Hydro.

A alumina, ou óxido de alumínio, é usada para fazer alumínio.

A unidade tem capacidade de estoque para duas semanas de produção, e o porta-voz Halvor Molland disse que a parada não terá impacto significativo no curto prazo.

"É um caso que estamos tentando solucionar rapidamente", acrescentou.

A autoridade ambiental do Pará disse que as medidas da Norsk Hydro para reduzir as emissões de pó de alumina durante o carregamento não condizem com as condições para a licença ambiental.

A Hydro discorda da visão e diz que usa "uma das melhores tecnologias disponíveis para carregamento de alumina".

(Por Ole Petter Skonnord)