Banco Central da Índia deixa juros inalterados

terça-feira, 1 de abril de 2014 11:51 BRT
 

Por Suvashree Dey Choudhury e Tony Munroe

MUMBAI, 1 Abr (Reuters) - Com eleições se aproximando e uma perspectiva incerta sobre o crescimento econômico, o banco central da Índia manteve suas taxas de juros no mesmo patamar nesta terça-feira, como era esperado, e indicou que as manterá estáveis no curto prazo se a inflação recuar rumo à meta.

Mas em uma medida para impor mais disciplina aos bancos, o banco central reduziu o montante de linha de redesconto às instituições financeiras, incentivando-os a usar financiamento com prazo mais longo em um esforço para aprofundar os mercados financeiros.

O banco central da Índia manteve sua principal taxa de recompra em 8,00 por cento, em linha com as previsões de todos os 53 economistas em uma pesquisa da Reuters realizada na semana passada. No entanto, o presidente do BC da Índia, Raghuram Rajan, fez um alerta sobre riscos de a inflação subir mesmo enquanto os riscos ao crescimento econômico estão em queda.

Desde que assumiu o cargo em setembro, Rajan aumentou a taxa de recompra três vezes, ou 0,75 por cento no total.

(Por Swati Bhat e Neha Dasgupta)