1 de Abril de 2014 / às 15:14 / 3 anos atrás

África do Sul fica com carga de soja do Brasil cancelada por China

Soja sendo carregada num caminhão. Um carregamento de cerca de 60 mil toneladas de soja brasileira foi desviado para a África do Sul depois de compradores na China cancelarem o contrato original de compra, disseram comerciantes na Europa e na África do Sul nesta terça-feira. 24/04/2013Enrique Marcarian

HAMBURGO/JOHANESBURGO, 1 Abr (Reuters) - Um carregamento de cerca de 60 mil toneladas de soja brasileira foi desviado para a África do Sul depois de compradores na China cancelarem o contrato original de compra, disseram comerciantes na Europa e na África do Sul nesta terça-feira.

"A China tem cancelado contratos de soja da América do Sul recentemente, devido à falta de espaço para armazenagem e pelas margens de lucro ruins para a indústria processadora na China", disse um trader europeu.

"A consignação sul-africana é um exemplo de para onde essas remessas estão sendo desviadas."

Um comerciante sul-africano disse que cerca de 60 mil toneladas tinham sido desembarcadas no porto de Durban.

"Uma empresa internacional fez a encomenda, e a remessa é muito bem-vinda, uma vez que havia uma escassez no estoque", disse o comerciante.

Importadores de soja chineses cancelaram até 600 mil toneladas de cargas de soja do Brasil e da Argentina para embarques entre março e maio, disseram fontes do mercado em março.

Reportagem de Michael Hogan, em Hamburgo, e Olivia Kumwenda em Johanesburgo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below