Aneel aprova consulta pública de 5 dias para minuta do edital do leilão A-0

terça-feira, 1 de abril de 2014 16:18 BRT
 

Por Leonardo Goy

BRASÍLIA (Reuters) - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu nesta terça-feira abrir consulta pública de cinco dias para a minuta do edital do leilão de energia existente A-0, marcado para 25 de abril, que busca reduzir a exposição das distribuidoras de eletricidade à contratação de energia cara no curto prazo.

Segundo o voto do relator, diretor André Pepitone, o edital e as minutas dos contratos de venda de energia permanecerão em consulta pública de 2 de abril até as 9 horas de 7 de abril, próxima segunda-feira.

O período de consulta, menor do que o normalmente adotado pela Aneel para casos como esse, deve-se ao apertado cronograma para realizar o leilão no dia 25 deste mês.

A energia negociada no leilão começará a ser fornecida em maio.

O leilão é a principal aposta do governo para cobrir a descontratarão de energia das distribuidoras, reduzindo gastos com energia cara no curto prazo.

Empresas do setor elétrico como Cemig, CPFL Energia e Copel já disseram que avaliariam as condições do leilão, incluindo prazo e preços, para definir se participarão ofertando energia para a venda.

Na semana passada, o presidente da Eletrobras, José da Costa Carvalho Neto, disse que a empresa estudava oferecer no leilão parte da energia de suas hidrelétricas que hoje não têm contrato de venda. A empresa costuma manter sem contrato cerca de 8 a 10 por cento da garantia física de suas hidrelétricas, para formar uma espécie de reserva. Outra possibilidade em estudo pela Eletrobras, segundo ele, seria vender no leilão energia de termelétricas como as de Campos (RJ) e Camaçari (BA).

O diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, disse a jornalistas que o preço-teto do leilão só será divulgado quando o edital for publicado.   Continuação...