Pilotos da Lufthansa iniciam greve de três dias por aposentadoria

quarta-feira, 2 de abril de 2014 08:15 BRT
 

FRANKFURT, 2 Abr (Reuters) - Pilotos da Lufthansa iniciaram uma greve de três dias nesta quarta-feira em uma disputa sobre aposentadoria antecipada, deixando a maior companhia aérea da Alemanha sem muitos voos em uma das maiores greves já enfrentadas pela empresa.

A Lufthansa cancelou 3.800 voos durante a greve, que vai até o final da sexta-feira, e diz que a paralisação vai custar dezenas de milhões de euros.

A greve dos pilotos é a terceira a atingir o aeroporto de Frankfurt, terceiro maior da Europa em número de passageiros, em seis semanas, após uma ação industrial por parte da equipe de segurança e de trabalhadores do setor público.

A Lufthansa diz que é capaz de operar cerca de 500 voos nos três dias, pouco mais de 10 por cento do seu serviço normal.

Os pilotos da Lufthansa querem restabelecer um esquema que permitia o recebimento de 60 por cento do salário quando deixavam seus empregos antes da idade legal para a aposentadoria.

(Por Victoria Bryan)