BC russo alerta sobre baixo crescimento e inflação alta

quarta-feira, 2 de abril de 2014 08:38 BRT
 

Por Oksana Kobzeva e Jason Bush

MOSCOU, 2 Abr (Reuters) - O banco central da Rússia disse nesta quarta-feira que o crescimento econômico vai cair "muito provavelmente" para abaixo de 1 por cento em 2014 e que também está preocupado sobre uma inflação acima da meta que restringe sua capacidade de cortar as taxas de juros.

Apesar da desaceleração econômica, a presidente do BC da Rússia Elvira Nabiullina disse que o banco central não planeja cortar sua principal taxa de juros de 7 por cento até no mínimo sua reunião em junho.

A combinação de estagnação do crescimento e inflação alta ressalta o impacto debilitante que as tensões internacionais acerca da Ucrânia estão tendo sobre a fraca saúde econômica russa.

Nabiullina disse a uma conferência do setor bancário em Moscou que a previsão anterior de crescimento para 2014 do banco central, na faixa de 1,5 a 1,8 por cento, agora não deve ser alcançada.

"O mais provável é uma redução na taxa de crescimento para um nível abaixo de 1 por cento", disse ela.