Raízen, da Cosan e da Shell, faz acordo para comprar distribuidora no Sul

quarta-feira, 2 de abril de 2014 12:30 BRT
 

SÃO PAULO, 2 Abr (Reuters) - A Raízen, uma joint venture da Cosan com a Shell, anunciou nesta quarta-feira a assinatura de contrato para aquisição da Distribuidora Latina, presente no mercado de combustíveis na região Sul do país, segundo comunicado divulgado pela empresa.

O acordo prevê a incorporação de mais de 200 postos de serviços na região, além do terminal de distribuição em Ijuí (RS).

Do total da rede de varejo, 74 por cento dos postos estão presentes no Rio Grande do Sul, disse a companhia, que já conta com uma rede formada por 5.141 postos de serviço com a marca Shell no país.

A aquisição faz parte dos planos de crescimento da companhia, ampliando a presença da marca Raízen e dos produtos e serviços Shell nos três Estados sulistas, disse a empresa.

"Pretendemos aumentar a oferta dos serviços e produtos diferenciados da marca Shell no país", disse Teófilo Lacroze, vice-presidente executivo Comercial da Raízen, em nota.

O acordo também deve permitir melhoras na logística de distribuição da companhia para a rede de postos, principalmente para o interior do Rio Grande do Sul.

A empresa é primeiro player integrado do setor sucroenergético com atuação em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, distribuição e vendas no varejo de combustíveis.

Com 24 usinas, a Raízen produz 2 bilhões de litros de etanol por ano, 4 milhões de toneladas de açúcar, sendo a maior produtora individual de derivados de cana no Brasil.

A empresa comercializa aproximadamente 22 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo.