Dólar segue exterior e sobe ante real, com dados de emprego nos EUA

quarta-feira, 2 de abril de 2014 18:42 BRT
 

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO, 2 Abr (Reuters) - O dólar fechou em alta ante o real nesta quarta-feira, acompanhando o fortalecimento da divisa norte-americana no exterior diante de sinais de recuperação no mercado de trabalho dos Estados Unidos.

O dólar avançou 0,30 por cento, a 2,2703 reais na venda. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de 1 bilhão de dólares.

"A lógica é que com dados positivos nos EUA, o Fed (Federal Reserve, banco central norte-americano) tem mais espaço para subir os juros e isso pressiona o dólar", disse o estrategista-chefe do Banco Mizuho, Luciano Rostagno.

Com juros mais altos, parte dos investimentos estrangeiros poderia migrar para a maior economia do mundo e, assim, limitar a liquidez em outras praças, como o Brasil, e elevar a cotação do dólar.

Pela manhã, foi divulgado que o setor privado dos EUA abriu 191 mil vagas em março, levemente abaixo das projeções, mas os ganhos do mês anterior foram revisados para cima.

O dado vem poucos dias antes da divulgação do relatório de emprego do governo norte-americano, na sexta-feira, que traz importantes indicadores sobre a saúde do mercado de trabalho, como a taxa de desemprego e a geração de vagas.

Nesse cenário, o dólar ganhava força no exterior, avançando 0,17 por cento sobre uma cesta de divisas. No Brasil, investidores também aproveitaram para comprar divisas após as fortes quedas recentes e que levou a moeda a encostar em 2,25 reais.

"O dólar em relação ao real está muito baixo e o mercado está se ajustando, em busca de novos referenciais, de um novo piso e um novo teto", disse o superintendente de câmbio da corretora Advanced, Reginaldo Siaca, que vê piso informal no nível de 2,25 reais.   Continuação...