S&P bate novo recorde; dados colocam emprego no foco

quarta-feira, 2 de abril de 2014 18:10 BRT
 

NOVA YORK, 2 Abr (Reuters) - O índice Standard & Poor's 500 fechou em nova máxima histórica nesta quarta-feira, em resposta à criação de emprego no setor privado sugerir que a economia está lentamente ganhando fôlego após a desaceleração relacionada a fatores climáticos no início do ano.

O índice Dow Jones avançou 0,24 por cento, para 16.573 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve valorização de 0,29 por cento, para 1.890 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq subiu 0,20 por cento, para 4.276 pontos.

A expectativa com o resultado sobre o mercado de trabalho a ser divulgado pelo governo dos EUA na sexta-feira ficou ainda maior. O dado é um dos indicadores econômicos mais analisados pelos agentes econômicos.

"Há algum posicionamento antes desse relatório", afirmou o vice-presidente-sênior da BB&T Wealth Management, Bucky Hellwig.

Ele disse também que "dinheiro entrou no fim do trimestre, o que deu uma tendência de alta".

O relatório de emprego deve mostrar a criação de 200 mil vagas fora do setor agrícola em março, o maior ganho em quatro meses, de acordo com pesquisa da Reuters com economistas.

Oito dos 10 setores do S&P 500 terminaram no território positivo, liderados pelo subíndice de empresas de consumo, que subiu 0,7 por cento.

Nesta quarta-feira, o setor privado dos Estados Unidos abriu 191 mil vagas em março, levemente abaixo das expectativas de economistas de 195 mil, enquanto o dado do mês anterior foi revisado para cima.

Além disso, novas encomendas de bens manufaturados saltaram 1,6 por cento em fevereiro, maior aumento desde setembro passado, e acima da alta de 1,2 por cento em pesquisa da Reuters.

(Reportagem de Chuck Mikolajczak)