Pilotos da Lufthansa mantêm greve pelo 2º dia

quinta-feira, 3 de abril de 2014 08:37 BRT
 

FRANKFURT, 3 Abr (Reuters) - Pilotos da Lufthansa estavam de greve pelo segundo dia nesta quinta-feira, deixando a maior companhia aérea da Alemanha em solo por uma disputa sobre condições de aposentadoria.

Os pilotos anunciaram uma interrupção de três dias no começo desta semana, levando a Lufthansa a cancelar 3.800 voos, ou cerca de 9 de cada 10 voos planejados para o período.

A ação deve custar à companhia dezenas de milhões de euros e atrapalhar os planos de viagens de cerca de 425 mil passageiros.

Por volta de 700 voos foram cancelados nesta quinta-feira em Frankfurt, o terceiro maior centro da Europa em número de passageiros, e algumas centenas de voos foram afetados em Munique, segundo representantes do aeroporto.

Os pilotos exigem que a Lufthansa restabeleça um esquema que permitia que os pilotos se aposentassem mais cedo e ainda recebessem uma proporção do salário.

A Lufthansa diz que agora a idade máxima na qual pilotos ainda podem voar foi elevada para refletir expectativas de vidas mais longas e que não há mais necessidade para o esquema.

(Por Victoria Bryan e Kirsti Knolle)