Credit Suisse aumenta provisão para acordo tributário nos EUA

quinta-feira, 3 de abril de 2014 09:03 BRT
 

ZURIQUE, 3 Abr (Reuters) - O Credit Suisse aumentou sua provisão para resolver uma disputa tributária nos Estados Unidos e evitar ser processado por ajudar norte-americanos ricos a ocultar dinheiro do fisco, levantando o prospecto de que o banco pode estar perto de um acordo na prolongada disputa.

O segundo maior banco da Suíça também divulgou em seu relatório anual nesta quinta-feira que o pagamento feito a seu presidente-executivo foi mais de 25 por cento acima do feito no ano anterior, apesar de não ter atingido todas as metas de performance.

O banco provisionou mais 425 milhões de francos suíços (480 milhões de dólares), levando seu total de provisões para questões judiciais corporativas e tributárias nos EUA a 895 milhões de francos suíços, disse o banco em seu relatório.

O Departamento de Justiça dos EUA informou ao Credit Suisse que o banco estava sob investigação ainda em 2011. O banco provisionou 295 milhões de dólares naquele ano, mas muitos analistas acreditavam que esta soma não seria o suficiente.

(Por Caroline Copley and Oliver Hirt)