José Monforte substitui Jorge Gerdau no Conselho da Petrobras

quinta-feira, 3 de abril de 2014 10:46 BRT
 

SÃO PAULO, 3 Abr (Reuters) - Os acionistas detentores de ações preferenciais da Petrobras elegeram José Guimarães Monforte para uma das dez vagas do Conselho de Administração da companhia, em substituição a Jorge Gerdau Johannpeter, conforme a ata de Assembleia Geral realizada na quarta-feira, no Rio de Janeiro.

Em março, a gestora britânica Aberdeen e outros acionistas minoritários da Petrobras haviam lançado campanha para a eleição de Monforte como novo membro independente do Conselho.

A Bradesco Asset Management havia indicado o empresário Jorge Gerdau para a reeleição.

A campanha pela eleição de Monforte foi apoiada, além da Aberdeen, pelos fundos de pensão The California State Teachers' Retirement System e Universities Superannuation Scheme, pela gestora F&C Management e pela consultoria Hermes Equity Ownership Services.

"Embora tenha havido progresso na composição do Conselho no ano passado com a nomeação de um conselheiro independente e a inclusão de integrantes independentes na formação do Conselho Fiscal, a governança continua sendo um tema crítico na empresa", afirmou comunicado enviado pelos acionistas, em março.

Monforte foi membro de conselhos de grandes empresas brasileiras, sem vínculos com controladores, disseram seus apoiadores.

Mauro Cunha foi reeleito como representante dos acionistas minoritários detentores de ações ordinárias, segundo a ata da Assembleia.

Silvio Sinedino Pinheiro foi escolhido representante dos empregados da companhia, em substituição a José Maria Rangel.

Os outros sete membros do Conselho da Petrobras, incluindo o presidente do órgão, o ministro da Fazenda Guido Mantega, são indicações do governo federal, acionista controlador.

(Por Gustavo Bonato)