Expansão do setor de serviços dos EUA acelera em março, mostra PMI

quinta-feira, 3 de abril de 2014 11:02 BRT
 

NOVA YORK, 3 Abr (Reuters) - O crescimento no setor de serviços dos Estados Unidos acelerou em março, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) nesta quinta-feira, embora o ritmo de emprego tenha moderado pelo terceiro mês seguido para o menor nível em um ano.

A empresa de dados financeiros Markit informou que o PMI final do setor de serviços subiu para 55,3 em março, ante 53,3 em fevereiro, mas ligeiramente abaixo da preliminar de 55,5 divulgada na semana passada.

Os empregadores no setor de serviços, que responde por cerca de três quartos do mercado de trabalho dos EUA, continuaram acrescentando funcionários, mas na taxa mais lenta desde março de 2013. O índice final de emprego atingiu 51,8 em março, ante 51,9 em fevereiro. Março é o terceiro mês seguido de desaceleração no subíndice de emprego.

"A contratação continuou decepcionantemente fraca, sugerindo que as empresas estão relutantes em expandir a capacidade até que vejam evidências firmes de demanda mais forte", disse o economista-chefe do Markit, Chris Williamson.

Segundo Williamson, a pesquisa está em nível historicamente consistente com crescimento do emprego no setor privado de 130 mil vagas por mês.

O Departamento do Trabalho divulgará na sexta-feira o relatório de emprego de março. A expectativa em pesquisa da Reuters é de criação de 200 mil vagas fora do setor agrícola.

O PMI Composto, que reúne os índices de serviços e indústria, subiu para 55,7 em março ante 54,1 em fevereiro. A leitura preliminar foi de 55,8.

(Reportagem de Ryan Vlastelica)