Walmart Brasil vê alta de 20% nas vendas durante período da Copa

quinta-feira, 3 de abril de 2014 14:59 BRT
 

Por Marcela Ayres

SÃO PAULO (Reuters) - A rede de varejo Walmart estima alta de 20 por cento nas suas vendas no Brasil entre maio e julho sobre igual etapa do ano passado, na esteira da Copa do Mundo, evento para o qual vem se preparando junto a fornecedores há dois anos.

O evento deve ajudar na expectativa de crescimento da companhia no Brasil, apesar do fechamento de 25 lojas no país em 2013 e da meta de redução de 30 por cento nos investimentos de marketing em 2014, afirmaram executivos da empresa nesta quinta-feira.

"Não falamos mais de fechamentos de lojas", disse o vice-presidente comercial do Walmart Brasil, Alain Benvenuti, durante uma apresentação da companhia.

Segundo ele, o Walmart enxerga um crescimento no faturamento do Brasil no ano superior ao registrado em 2013, quando essa linha avançou 10 por cento, a 28,5 bilhões de reais.

"Este ano a gente cresce mais do que no ano passado e o primeiro semestre demonstrou isso", disse Benvenuti, acrescentando que enquanto a Copa ajudará as vendas da primeira metade de 2014, os ajustes internos que estão sendo tocados pela companhia serão sentidos ao longo de todo o ano.

Segundo ele, as sucessivas altas de juros da economia promovidas pelo Banco Central desde abril do ano passado ainda não foram sentidas nas vendas do Walmart Brasil.

"Já era esperado diante das preocupações do governo com a inflação, principalmente em ano eleitoral", disse Benvenuti, comentando a decisão da véspera do Banco Central, que elevou a Selic a 11 por cento ao ano, indicando que o ciclo de aperto monetário pode estar perto do fim.

"Por enquanto não sentimos o efeito (do aperto monetário) nas vendas. Mas achamos que o governo também terá que segurar a mão e não subir tanto os juros", disse o executivo.   Continuação...