EUA devem registrar aumento da criação de vagas e queda na taxa de desemprego

sexta-feira, 4 de abril de 2014 07:47 BRT
 

WASHINGTON, 4 Abr (Reuters) - A economia dos Estados Unidos provavelmente criou empregos no ritmo mais rápido em quatro meses em março, depois de ter sido afetada por um inverno brutalmente frio.

A expectativa é que os empregadores tenham criado 200 mil novas vagas no mês passado, após ampliarem suas folhas de pagamento em 175 mil em fevereiro, de acordo com pesquisa da Reuters junto a economistas. A taxa de desemprego provavelmente caiu 0,1 ponto percentual, retornando à mínima de cinco anos de 6,6 por cento alcançada em janeiro.

"Parece que a economia está no processo de reacelerar após um inverno bastante rigoroso", disse o economista-chefe do Comerica, Robert Dye.

O Departamento do Trabalho vai divulgar o relatório sobre emprego nesta sexta-feira, às 9h30 (horário de Brasília).

Um inverno muito frio e com muita neve afetou a economia no final de 2013 e início deste ano. O crescimento foi ainda mais prejudicado por esforços de empresas para reduzir estoques, o vencimento de benefícios para desempregados de longo prazo e cortes nos auxílios-alimentação.

Mas dados que vão dos setores de indústria e serviços a vendas de automóveis vinham sinalizando o fortalecimento da economia perto do fim do primeiro trimestre.

(Reportagem de Lucia Mutikani)