Airbus fica atrás da Boeing em pedidos de jatos no 1º tri

sexta-feira, 4 de abril de 2014 10:59 BRT
 

PARIS, 4 Abr (Reuters) - A Airbus ficou atrás da rival norte-americana Boeing na corrida por novos acordos por aeronaves no primeiro trimestre após um par de cancelamentos de pedidos por aviões de corredor duplo, enquanto a Boeing finalizou uma grande venda canadense, mostraram dados da companhia europeia nesta sexta-feira.

A Airbus, uma subsidiária do Airbus Group, disse que obteve 40 novos pedidos em março, liderados por um acordo diplomático que viu a China desbloquear 27 pedidos por jatos A330 durante uma visita do presidente Xi Jinping à Europa.

A companhia, no entanto, sofreu dois cancelamentos de pedidos, incluindo 12 aeronaves A350-800 de uma companhia ligada à combalida aérea italiana Alitalia , e cinco A330 da Philippines Airlines.

A Airbus encerrou o trimestre com 158 novos pedidos brutos, ou 103 pedidos líquidos após ajuste pelos cancelamentos.

A Boeing disse na quinta-feira que recebeu 275 encomendas brutas ou 234 pedidos líquidos no primeiro trimestre. Os cancelamentos para ambas as fabricantes ficaram perto do mesmo nível durante o trimestre.

A Boeing ultrapassou sua arquirrival em encomendas brutas após ganhar um pedido por 61 jatos de corredor único da Air Canada, o que marcou uma mudança de fornecedores para a companhia aérea de Montreal. O pedido, anunciado em dezembro, foi finalizado esta semana.

Em termos de entregas, a Boeing permaneceu a líder do setor no primeiro trimestre com 161 entregas de aeronaves comerciais ante 141 entregas da Airbus.

(Por Tim Hepher)