Santander Brasil comprará GetNet por R$1,1 bi em avanço sobre cartões

segunda-feira, 7 de abril de 2014 16:23 BRT
 

Por Alberto Alerigi Jr. e Roberta Vilas Boas

SÃO PAULO, 7 Abr (Reuters)- O Santander Brasil anunciou nesta segunda-feira acordo para compra da parceira brasileira no mercado de cartões GetNet, em uma transação de 1,1 bilhão de reais, que coloca a instituição em posição de rivalizar com a líder do setor Cielo, afirmou um alto executivo do banco.

O Santander Brasil e a GetNet têm desde 2010 uma joint venture - a Santander GetNet Servicos para Meios de Pagamento (SGS) -- em partes iguais, para o desenvolvimento das atividades de adquirência e processamento de cartões. Com o acordo anunciado nesta segunda-feira, a GetNet será incorporada pela joint venture de forma que a filial brasileira do banco espanhol deterá 88,5 por cento do negócio combinado ao final do processo. O restante ficará com os atuais sócios da GetNet.

Após a transação, a Santander Getnet Serviços terá também os produtos de processamento de transações e captura da GetNet, além dos serviços de adquirência. Com isso, a empresa vai incorporar atividades como recarga de telefones celulares e correspondente bancário que antes estavam fora da parceria.

A expectativa é que os números da GetNet possam ser incorporados ao balanço do Santander Brasil entre o quarto trimestre deste ano e o primeiro trimestre de 2015, disse o vice-presidente de desenvolvimento de novos negócios do Santander Brasil, Pedro Coutinho, em teleconferência com jornalistas.

O executivo afirmou que a GetNet manterá sua marca e deve elevar a base clientes do Santander Brasil em cerca de 100 mil. Atualmente a GetNet tem mais de 400 mil clientes enquanto o Santander Brasil tem 340 mil no segmento.

Coutinho evitou dar estimativas sobre o percentual que a GetNet representará nos números de faturamento do banco, mas afirmou que o objetivo da empresa é seguir mantendo crescimento acima da média do mercado.

Em 2013, o mercado brasileiro de cartões de pagamento -- crédito e débito -- cresceu 17 por cento, enquanto a operação de cartões do Santander Brasil "cresceu mais do que isso", disse Coutinho.

A GetNet registrou no ano passado mais de 500 milhões de transações no valor de 42 bilhões de reais, encerrando o ano com participação de mercado de cerca de 6 por cento em termos de faturamento. Coutinho disse que após o negócio, a GetNet tem potencial para "crescer até 10 vezes" em termos de número de transações.   Continuação...